Páginas

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

ufa!

acabo de terminar de escrever uma peça. ainda não sei o nome, isso virá no decorrer da encenação. é o texto da montagem de formatura do núcleo 38 da fundação das artes.

agora que a turma atingiu sua configuração definitiva (com entradas e saídas de gentes que tinham e não tinham a ver com o momento desse trabalho), o processo tem sido muito bom. tem poucas coisas mais legais que fazer teatro com quem QUER fazer teatro. a gente tem tido uma sintonia beeem afinada - daí, a coisa rende.

ainda não sei o que dizer do texto. ficou bem redondo, mais até do que eu mesmo achava que ficaria. por diversas vezes pensei que ele teria que ser ajustado pela encenação. ainda bem que a coisa rolou e, dias antes do prazo a que nos propusemos, o texto ficou pronto. costumo dizer que tenho uma musa inspiradora, que faz com que os trabalhos de criação saim de qualquer maneira e não atrasem nenhuma produção ou compromisso: o nome dela é prazo. comprometo-me a, um dia, falar mais a seu respeito.

estou escrevendo esse textículo para registrar o prazeroso alívio que dá concluir um trabalho de criação. claro que texto é texto, espetáculo é espetáculo; só dioniso sabe como minha pobres frases e falas vão ser muito mexidas e enriquecidas com a colaboração do núcleo com que estou trabalhando e do coletivo de encenação, meus parceiros melissa aguiar e sérgio azevedo.

enfim, o ensaio que se iniciará dentro de hora e meia vai correr com ainda mais energia. a mim, resta a gostosa sensação de prazer cumprido.

Nenhum comentário: