Páginas

domingo, 12 de maio de 2013

mãe(s)

pensava no dia das mães.
algumas postagens em redes sociais lembravam que a data é cara (com duplo sentido) às associações comerciais. verdade.

entretanto, também é verdade que, muito antes de surgir a atividade comercial (e, claro, a industrial), já se homenageavam as mães. de fato, se recorrermos à história, os primeiros registros de figura humana têm a mulher como tema - exatamente em sua função reprodutiva.
é o caso desta estatueta, a famosa vênus de willendorf, com cerca de 20.000 anos.

nossas células têm, basicamente, duas informações, dois comandos primevos:
a) sobreviva;
b) reproduza-se.

ao representar a mulher dessa forma, atribuimos a ela o cumprimento de uma das duas únicas coisas a que nos obriga a natureza neste mundo: gerar vida - seja de maneira fática, seja metafórica.

e, ao evoluir e demonstrar que ainda são capazes de atingir os mais altos postos dentro de nossa sociedade, as mulheres ainda podem se orgulhar disso: o fazem sem excluir, totalmente, suas funções biológicas.

só pensamos em mãe como supermulher porque, ao longo das eras, foi exatamente o que elas demonstraram ser. agora que sou pai e convivo com uma mãe pelo "lado de dentro" da geração e administração de uma vidinha, vejo o que é desdobrar-se fibra por fibra para ser integralmente quem você tem que ser e quem você deseja ser. há que se preocupar com o acesso de tosse noturna do moleque e com o texto a decorar para o ensaio; há que esperar o técnico da lavadora e pesquisar o menor preço de qualquer-coisa-na-internet. há que acarinhar o marido e olhar a comida dos cachorros.

calma! não fico parado olhando; faço tudo isso, também (exceto gestar  a vida dentro de mim), pois a coisa não está fácil para ninguém.

só que não sou mãe. e hoje é o dia delas.

beijando a mãe de meu filho (e adotiva dos cachorrinhos) e com o pensamento diário em minha querida e saudosa mãe, homenageio a todas as mães minhas amigas, irmã, cunhadas, avós e bisas, madrinha, tias, primas, professoras e demais chegadas a nós.

parabéns. vocês merecem.