Páginas

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Amigas e Amigos (minha mensagenzinha de findano)


Amigas e Amigos
De todos os meus Mundos,
Do Teatro e fora dele,
De todas as Artes,
Inclusive a de viver,
Onde todos somos,
Ao mesmo tempo,
Alunos e Professores:


Deixo meus votos de celebração para esta época, em torno do Natal, porque é tempo de festa, mesmo para os que não são cristãos. Afinal, essa época já era festiva bem antes do surgimento do Cristianismo. Por isso, é quando me manifesto, pois até os ateus vivem neste mesmo planetinha.


Mitos e ritos estão cada vez mais presentes em nossas vidas, ainda que não estejamos nos dando conta disso. Eles são necessários para mantermos nossa cultura, nossa identidade, nossa sanidade. Por isso essas comemorações todas.


E, de novo, estamos lá; as Festas – qualquer que seja a sua crença ou opção.


Esse é o momento de contabilidades. Lucros e perdas, somas e divisões. Não tem como escapar, mais cedo ou mais tarde é hora das contas. Melhor liquidar a fatura logo, portanto.


Todos nós tivemos altos e baixos. O que a gente quer nem sempre rola. E algumas coisas que não deveriam acontecer, acontecem. Umas e outras acabam deixando um vazio enorme aqui dentro. Deixam a gente se perguntando "por quê?" ou "onde foi que eu errei?". Alguém que se vai antes; o amor da sua vida te disse adeus; você descobriu que a falsidade existe; a nota veio mais baixa do que era necessário; o dinheiro que não deu, de novo; trabalho de menos ou trabalho demais; a palavra que faltou e a que sobrou; a onda do mar, tão linda, derrubou todos os seus castelos; e você imagina que a mãe-natureza deve gostar muito dos imbecis, tamanha é a quantidade deles nesse mundo, especialmente no nosso caminho, que tanto trabalhamos pras coisas andarem menlhor, não é?. Paciência, é pra isso que a gente faz a contas. TEMOS que fazer. A essa altura, já deveríamos ter aprendido que colocar nossa felicidade no outro é a receita infalível para quebrar a cara. Não há saída?


Claro que sim. Qual é o truque, então? Em primeiro lugar – não há truques. É, na verdade, simples e bem difícil (pra variar...): faça a sua parte. Inteira. De verdade. Melhore-se. Cresça. Aprenda. Ensine. Compartilhe. Ofereça. Seja generoso/a. Aposte em ética, disciplina, trabalho duro (ou, como diz a malandragem da velha guarda: "quer moleza? Vá morder água!").

Não sou de ferro, pra mim também dói, também tenho vontade de esganar, de chutar tudo pro alto. Mas resisto. Se eu posso, você também pode.


Celebremos as vitórias, aprendamos com as derrotas; as perdas têm que ser encaradas, enfrentadas, assumidas. Viver é ganhar e perder.


"Não chores, meu filho,
não chores, que a vida
é luta renhida;
viver é lutar.
A vida e combate,
Que aos fracos abate;
Que aos fortes, aos bravos,
Só pode exaltar..."

Esse é um trechinho da Canção do Tamoio, de Gonçalves Dias. É um pai quem a diz ao filho, logo que este nasceu. Todas as minhas mensagens de fim de ano trazem esses versos. A idéia é clara: o que não nos mata, nos fortalece. A vida é dura para quem é mole, ponto.


Se chegamos aqui, se eu estou escrevendo e vocês lendo, é porque somos sobreviventes. Matamos o leão nosso de cada dia – e temos as cicatrizes para provar. Nossa gente não é de brincadeira.


Comemoremos, então (e comemorar significa lembrar juntos). Não precisa gastar um centavo com isso. Apenas a atitude; incorporar em si o sentido da celebração dessa vitoriosa chegada a um novo dia. Encher o peito, erguer a cabeça, olhar desafiadoramente para o futuro, trincar os dentes, cerrar os punhos – e sorrir, orgulhoso, encarando o Destino e suas Dificuldades com um só pensamento: "Isso é o melhor que vocês pode fazer?".


Com essa Vontade de Poder firmemente plantada em cada um, podemos encarar 2008 de frente e dizer: "Vem". E ele sabe que deve temer-nos.


Então, amigas e amigos, alegria! Comer, beber e gargalhar! Vamos cantar e dançar; está na hora!


(Depois das Festas, eu estarei lá, começando tudo de novo. E te esperando.)


Abraços e beijos generalizados.
Warde Marx

terça-feira, 7 de agosto de 2007

"impressão, sol nascente", de claude monet


o nome da obra é impressão, sol nascente - é desse título que vem o Impressionismo, o primeiro movimento da arte moderna, de 1874.

divirtam-se!



quinta-feira, 14 de junho de 2007

teaser...


gostou? a partir de agosto, em estética e história da arte, vamos ver isso... e muito mais! rerere
(o grito, edvard munch)

quinta-feira, 24 de maio de 2007

balsa do medusa


a pedidos, aí vai a imagem que deu origem à pintura romântica: a balsa do medusa, de theodore gericault, pintado entre 1818-1819. se quiser saber mais... pesquise, ué! a história desse quadro é beeem legal!

segunda-feira, 21 de maio de 2007

sim, eu sei, demorei. fazer o quê?

oi, voltei. não tenho culpa de nada, o trânsito estava horrível. mas, pelo menos, tenho novidade: se você está aí, de bobeira, largadaço(a), pode assistir a este locutor que vos fala numa webtv. o nome do programa é persona, vai ao ar todas as segunda-feiras, das 11h às 12h, ao vivo, pela clictv.com.br. se você perder, tem um trequinho lá que você clica e assiste em reprise, durante uma semana, a qualquer hora. vai lá e diz o que achou, pelo línque do próprio sítio. já aqui, no blog, vou descarregar um monte de imagens de obras de arte beeem bacanas. aguardem.

terça-feira, 3 de abril de 2007

o teatro e a igreja primitiva


aí vão alguns trechos de dois teólogos cristãos, dos primeiros séculos, sobre os porquês de as pessoas bacanas e legais se afastarem dessa praga que é o teatro... rerere.



e essa imagem é do próprio santo agostinho, do século VI, num afresco em Latrão, Roma.

são genésio, padroeiro dos atores




falei por aí sobre são genésio, padroeiro católico dos atores. aí vão mais umas informações:

são genésio de roma - mártir
comemoração: 25 de agosto
são genésio era um comediante em roma e foi martirizado por diocleciano entre 286 e 303. ele é invocado contra a epilepsia e é padroeiro dos atores e dos músicos (deuses, que relação haverá entre esses três itens?wm).
a lenda conta que genésio era líder de uma trupe de teatro em roma. em uma apresentação para o imperador diocleciano, expunha ao ridículo os ritos católicos. ao encenar a recepção do sacramento do batismo, se proclamou cristão. diocleciano a princípio gostou da peça, mas achando genésio realista demais, ordenou que ele fosse torturado e decapitado.
ele foi enterrado na via tirbutina. parte de suas relíquias estão em san giovanni della pigna, parte em santa susanna di termini e parte na capela de são lourenço.
a existência de são genésio é duvidosa, e ele é considerado um complemento romano de são gelásio de hierápolis. no entanto, ele era venerado no século IV; uma igreja foi construída em sua honra e foi consertada e melhorada por gregório III em 741
e aí, olha só como são as coisas, fui catar esses trequinhos aí de cima e trupiquei numa cançao em homenagem ao santo. o línque pra ouvir a tal é http://app.radio.musica.uol.com.br/radiouol/index.php?param1=mail&codmusica=007736-7_12
e a letra é essa:
são genésio
composição: tata fernandes / gero camilo, gravada por ceumar
"santinho pequenininho de coração
assim assim pequenininho
protege tua legião
abençoa nosso ofício
que o drama,
que o riso de forma
assim assim pequenininha
conceda a todos coração
abençoa nosso ofício
que o drama,
que o riso de forma
assim assim pequenininha
conceda nosso ganha pão
são genésio
protege tua legião
são genésio
concede a todos coração
são genésio
concede nosso ganha pão"
se adivirtam, crianças!

terça-feira, 20 de março de 2007

línques legais


a viviane, da turma 42 da fundação, passou-me esses dois línques aqui:



são ambos sobre arquitetura do teatro grego. ah, e essa imagem aí de cima é do teatro de epidauro, onde esteve este locutor que vos fala.

caras, não é que essa tal de internete é capaz de pegar? acho que já vi mais de duas ou três coisas legais por aqui. escrevam o que eu digo: daqui a pouco já vai ter mais de não sei quantas pessoas ligadas nisso.

rerere.

terça-feira, 13 de março de 2007

história de roma


conforme o combinado, lá vai roma (especial pro P1, da Fundação).

segunda-feira, 12 de março de 2007



a pedidos, este é saturno devorando um de seus filhos, do pintor espanhol francisco de goya (1746-1828).
refletir sobre este quadro faz a gente entender um monte de coisas sobre natureza, mitologia, religião, psicologia, cultura etc...
aproveitem!

quinta-feira, 8 de março de 2007

teatro grego para quem precisa

pois é, crianças, titio ia colocar um texto beeem bonito sobre teatro grego aqui, mas essa porcaria não mantém a formatação original. refazer tudo ia dar um trabalho da gota. então, vou botar esse línque aí: http://docs.google.com/Doc?id=df3t3bmw_7c44mxj , e vamos ver se esse treco é bão mesmo.

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

ahn... oi?

então... oi... anh... tem alguém aí?
meio vazio isso aqui, não?
vou precisar trazer uns quadros pra cá... botar uns vasinhos na janela... deixar um toca-som, por aí...
enfim, é isso. bem-vindos ao blogdowarde. essa é só a primeira postagem; ainda estou meio frio, sabe?
nas próximas eu digo mais sobre alguns porquês de ter um troço desses.
por hora, eu só queria saber como é que se fazia um blog, entende? aí, ficou pronto e eu vi que tinha que escrever alguma coisa.
a qual, aliás, acaba aqui. rerere...